Itaipava

Spread the love

Itaipava um dos mais cobiçados destinos pelo seu charme nas regiões serranas do Brasil.

O ar puro de montanha com os recursos de cidade grande. Itaipava está aproximadamente a uma hora da cidade do Rio de Janeiro.

O centro gastronômico, considerado um dos mais importantes da região serrana, conhecido como Vale Gourmet, e o primeiro restaurante de comida francesa da região serrana, restaurante da alta gastronomia, o Le Moulin Belle Mounière, reinaram sozinho como destino gastronômico por vinte anos.

Nos tempos do Brasil Colônia, Itaipava não passava de uma singular referência às margens de uma trilha que seguia às margens do Rio Piabanha, um ponto de parada para descanso dos cavalos e de quem os conduzia.

Na década de cinquenta, o trem inicia o seu crescente processo de decadência, As “marias-fumaça” passam a ser substituídas gradativamente pelos veículos automotores. Além da tradicional “parada técnica” dos viajantes, para uma refeição rápida, inicia-se um hábito carioca que perdura até hoje: pegar o carro e subir a serra para almoçar.

Itaipava deixou de ser um ponto de parada e consolidou-se como destino turístico para os apreciadores da boa mesa. Rapidamente, expandiram-se pelos arredores os produtores rurais, fornecendo trutas, cogumelos, mel de abelha, ervas aromáticas, hortaliças orgânicas e escargots. Em seguida, multiplicaram-se os produtores artesanais de queijos, de chocolates, geleias e doces.

Leia também: Engenheiro Paulo de Frontin

As opções de comércio de alto nível estão cada vez mais diversificadas. Antiquários, artesãos e artistas plásticos se estabeleceram por Itaipava.

As fabricas de roupas de Petrópolis criaram a Feirinha de Itaipava, grandes marcas espalham-se pelos shoppings centers. Fondues passaram a ser servidos com bons vinhos ao calor das lareiras. À noite, ao menos nos fins de semana para quem procura o agito das baladas.

Viaje PraPraia


Spread the love

Deixe o seu comentário