O melhor do Interior do Estado do Rio

Paraty

Patrimônio cultural, Paraty é um dos locais mais conhecidos e procurados internacionalmente pelas suas belezas naturais, pelo rico acervo histórico 

Patrimônio cultural, Paraty é um dos locais mais conhecidos e procurados internacionalmente pelas suas belezas naturais, pelo rico acervo histórico

Paraty, no estado do Rio de Janeiro, esta entre a serra e o mar e que teve seu apogeu no Ciclo do Ouro,  patrimônio cultural da humanidade. Casarões do período colonial dão charme às ruelas da cidade que é conhecida internacionalmente pelas suas belezas naturais, rico acervo histórico-cultural e pela variedade de passeios que oferece aos turistas.

Leia Mais

Rio das Flôres

Barra do Piraí

Resende

O Bairro Histórico, tombado como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, localizado na parte central da cidade, destaca-se por construções dos séculos XVIII e XIX e pelo calçamento pé-de-moleque de grandes pedras irregulares, nas quais o tráfego motorizado é proibido. Composto de belos sobrados, num quadrilátero de 35 quarteirões é considerado pela Unesco o conjunto arquitetônico mais harmonioso do séc. XVIII.

A Casa da Cultura é um dos mais importantes casarões no renomado Centro Histórico de Parati. O forte da comida paratyense são os pratos à base de frutos do mar, com suas deliciosas caldeiradas, moquecas e pirões. Surpreende também os restaurantes “alternativos”, especializados em cozinha tailandesa, persa e até em pratos exóticos à base de carne de javali e jacaré. Praias, cachoeiras, trilhas, fazendas históricas e muita cultura é o que oferece esta cidade que está localizada a 241 km ao sul da cidade do Rio de Janeiro, ao pé da Serra do Mar. Os passeios de barcos e escuna podem ser uma das melhores maneiras de conhecer algumas das muitas praias e ilhas de Parati. Partem todos os dias do cais. Já na vila de Trindade, a 19 quilômetros, lindas praias selvagens e acessíveis por trilhas, como a do Sono e do Cachadaço, atraem a turma jovem e aventureira. A pesca é abundante e rica em variedade de espécies. Existem também vários pontos de mergulho. Os mais procurados são Ilha Comprida, Ilha dos Ratos, do Catimbau, dos Ganchos e dos Meros. Seu clima quente e úmido, de serra e mar, são muito agradáveis. A temperatura média anual é de 27 ºC. O relevo irregular e aos rios que percorrem a região faz com que ela seja repleta de cachoeiras e cascatas, como a Cachoeira do Tobogã, uma enorme pedra lisa, onde se pode escorregar e cair numa piscina natural. Cachoeiras Pedra Branca e Tobogã formam piscinas perfeitas para relaxar. O cenário utilizado nas festas religiosas, como a do Divino, é o mesmo onde a turma brinca o Carnaval, os fãs da branquinha degustam a bebida no Festival da Cachaça e os intelectuais badalam durante a concorrida Festa Literária Internacional, a Flip.

Comentários

comentários

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.